22.5 C
Brasília

O combate ao Feminicídio é uma luta que não pode parar

Data:

Compartilhe:

O Distrito Federal é uma micro região que retrata o que acontece nos rincões do nosso país. Infelizmente a violência doméstica e o Feminicídio não dão tréguas na capital dos brasileiros. A nossa cultura, onde o machismo impera e que por força das circunstâncias econômicas a mulher conseguiu sair de casa para ir trabalhar, trouxe uma série de desavenças dentro dos lares e nos relacionamentos, do namoro ao casamento. Uma grávida de 24 anos está aguardando cirurgia no Hospital de Base, baleada pelo companheiro de seis anos de convivência. A tentativa de Feminicídio ocorreu ontem, 11/11, em Sobradinho.

Para esclarecer às mulheres do DF e explicar quais as ações do Instituto Feminicídio Não, a da presidente da ONG, Lucia Erineta, estará nesta sexta-feira, 13/11, na Rádio Comunidade FM, a mais ouvida da Ceilândia, comandada por Monteiro, ao lado de outras mulheres, debatendo as lutas que precisam ser travadas na guerra contra o Feminicídio.

Você pode acompanhar a entrevista pelo Facebook da Rádio Comunidade FM ou pelas ondas do rádio na 98.1, onde poderá dar sua opinião sobre o tema tão relevante para nossa sociedade. Este ano, devido à pandemia da Covid-19 não pudemos realizar as caminhadas nas regiões administrativas, dando incentivo às mulheres para que denunciem antes que a tragédia aconteça. Sabemos que a violência vem num crescendo constante. Foram milhares de quilômetros, percorridos em 2020.

Um alento saber que a Casa da Mulher Brasileira vai para Ceilândia, foco maior do Feminicídio e das brigas domésticas, agravadas pelo fator alcoolismo.

Flávia Arruda ao lados das militantes pela vida das mulheres brasilienses no gramado em frente ao Congresso Nacional

Jornada Zero

Na Câmara Federal, a deputada Flávia Arruda está na linha de frente quando se fala em proteção às mulheres vítimas de violência.

O combate à violência contra a mulher no Distrito Federal receberá um reforço estratégico graças a emenda de R$200 mil da deputada. O programa “Jornada Zero Violência contra Mulheres e Meninas” vai fortalecer a rede de atendimento, a integração das estruturas e a participação ativa das lideranças comunitárias.

“O único caminho para diminuir a violência contra a mulher é uma ação integrada e não apenas da segurança pública. É indispensável trabalhar em todas as frentes, da conscientização na infância até a punição de agressores e a proteção das vítimas”, reforça Flávia Arruda que preside a Comissão Externa de Combate à Violência Contra a Mulher na Câmara dos Deputados.

O Jornada Zero vai percorrer 33 regiões administrativas do DF e entorno até outubro do próximo ano. A primeira cidade a receber o programa será Santa Maria. Em cada edição, lideranças locais serão convidadas a conhecer toda a estrutura e participar ativamente da divulgação das ações, como multiplicadores. “A facilitação no acesso aos serviços é fundamental para zerar os índices de violência” destaca Flávia Arruda.

De acordo com a Secretaria da Mulher, responsável pelo projeto, a atuação das administrações também será importante. Servidores serão capacitados para que possam atuar na acolhida e orientação de cada caso.

O projeto foi criado em parceria com o Fundo de Populações das Nações Unidas e a primeira edição do projeto foi realizada no Paranoá, em outubro de 2019. A ação foi destaque internacional durante encontro da ONU realizado na África em novembro e se tornou inspiração para a implementação de políticas públicas semelhantes.

publicidade
zuleika

Quem é Zuleika Lopes

1

━ Relacionadas

Alunos da Arena Guará vencem em Natal e precisam da nossa ajuda para disputa na Argentina

A Equipe de Kung Fu Grupo Tigre do grão mestre Valdir Bezerra, juntamente com a seleção do Distrito Federal (FAME-DF), que treinam na Arena...

Dança com ginástica já cativou os frequentadores do Esporte da Melhor Idade no Polo de Moda do Guará

No local, de tudo tem um pouco para que a Terceira Idade viva a melhor fase de suas vidas. Várias frequentadoras do projeto, procuraram...

Iniciada a duplicação da via de ligação entre Guará e Núcleo Bandeirante

Projeto, que tem investimento de R$ 10,1 milhões e conta com ciclovias e passagens para pedestres, irá desafogar o trânsito e garantir maior trafegabilidade...

Caesb abre processo seletivo para estágio remunerado

Estudantes de nível médio, técnico e superior poderão se inscrever entre os dias 28 de maio e 12 de junho A Companhia de Saneamento Ambiental...

Mamulengo Fuzuê inicia projeto de Teatro Popular de Bonecos em Ceilândia, Sol Nascente/ Pôr do Sol

O projeto VIVA O MAMULENGO! se estende durante todo o ano de 2024. Serão realizadas ações para fortalecer a salvaguarda da tradição, a formação...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

error: Conteúdo protegido