20.5 C
Brasília

Feminicídio Não homenageia aos combatentes de 2020

Data:

Compartilhe:

A confraternização do Instituto Mulheres Feminicídio Não foi realizada em Samambaia Norte na tarde do último sábado na Igreja Assembleia de Deus-Ministério Exodus e reuniu dezenas de mulheres e homens que aderiram à causa do Feminicídio Não no Distrito Federal. O casal de pastores, Peres Levy e Fátima, receberam a todos com muita alegria e brindaram os presentes com a presença de Leriandre, saxofonista internacional, que encantou a todos com sua música.

Marina Lopes, recebe seu primeiro certificado de ação social, pela doação das roupinhas e fraldas da minha neta Valentina às mães mais necessitadas
Ilson Walter, prefeito comunitário de Planaltina-DF e a cantora Arquilene louvou ao senhor com duas canções

Na oportunidade, homens e mulheres receberam o certificado de Combatentes de 2020 pela atuação em prol da causa a favor da vida das mulheres. As famosas caminhadas, lideradas pela Mulher Maravilha Lucia Erineta de Ceia, presidente do Feminicídio Não, não puderam ser realizadas este ano em todas as cidades, devido à pandemia da Covid-19, apenas na Candangolândia, mas vários Atos Protestos fizeram a diferença em Santa Maria, Ceilândia e Águas Claras, em prol das mulheres vítimas da violência, que perderam suas vidas. Mesmo com todas as turbulências, o ano de 2020 fechou com menor número de mulheres mortas no Distrito Federal e comparativo a 2019.

Não poderíamos deixar de agradecer ao empresário Adauto Mesquita, que gentilmente patrocinou à confecção do certificados, em nome do Melhor Atacadista, que no último dia 5/12, completou 1 ano de funcionamento no Guará II, e em breve, no Riacho Fundo.

Mira vice-presidente do Feminicício Não e Vânia Gurgel do Polo Central/GDF

Foram homenageados homens e mulheres profissionais liberais, jornalistas, advogadas, psicólogas, professoras e autoridades que enviaram representantes ao evento organizado com muito carinho e empenho de Lúcia Erineta e Elmiria Rodrigues Viana, vice-presidente do Instituto. Na ocasião, algumas mulheres deram depoimento sobre as razões pelas quais aderiram à causa do Feminicídio Não, com a dinâmica realizada pela professora de Gestão e Negócios do Sesi/Senai, Lidiane Vieira de Sousa, que incentivou o empoderamento feminino. Se você quiser se juntar à nossa causa, ligue para 91366468, do outro lado tem uma voz amiga para te escutar e, juntas, vamos te amparar.

A professora que tem se destacado em sala de aula
Socorro Melo, representante do Senador Izalci Lucas
Lidiane Vieira de Sousa, professora de Gestão de Negócios do Sesi/Senai, realizou uma dinâmica com homens e mulheres presentes ao evento
zuleika

Quem é Zuleika Lopes

1

━ Relacionadas

Seletiva para futebol americano no Guará neste sábado

Com o apoio da @adm.guara, a @brasiliawizards realiza neste sábado (2/3) o recrutamento para novos atletas do time de #futebolamericano da nossa cidade. Jovens...

Festival leva para Taguatinga programação internacional com teatro de bonecos e música

6º Bonecos de Todo Mundo ocupará o Teatro Sesi Yara Amaral e o Taguaparque, com entrada franca. Atividades também contemplarão escolas públicas A sexta edição...

Castra móvel estaciona na Estrutural e vai operar mais de mil animais

Serão realizadas 1,5 mil castrações gratuitas de cães e gatos na região. Os agendamentos serão realizados nos dias 01 e 02 de março O projeto...

Crime no Guará: segurança de bar é indiciado pelo Ministério Público por homicídio duplamente qualificado

Após a conclusão do inquérito policial instaurado na 4ª Delegacia de Polícia do Guará, que apurou as circunstâncias da morte do jovem Luiz...

Skate Sound System reúne Cultura Urbana, Esporte e Inclusão Social no Paranoá

Neste domingo, dia 03 de março, o Paranoá- DF, será palco da 8ª edição do Skate Sound System, um evento que reúne cultura urbana,...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

error: Conteúdo protegido