29.5 C
Brasília

Delegada da Deam afirma que mulher precisa ter independência financeira

Data:

Compartilhe:

Combate à violência praticada contra as mulheres. Esse foi o assunto abordado durante encontro realizado entre Secretária da Mulher, Ericka Filippelli, e as delegadas titulares da Delegacia Especial de Atendimento a Mulher (Deam II), Adriana Romana e Karina Duarte. No início desta semana, a secretária visitou a unidade policial e conheceu os trabalhos desenvolvidos pela especializada. O Blog da Zuleika acompanhou as últimas reclamações veiculadas pela grande mídia sobre falhas no atendimento da delegacia da Mulher, com relação ao registro de ocorrência da mulher que pediu socorro numa agência bancária, através de um bilhete entregue ao bancário que a atendeu. o agressor estava do lado de fora e foi impedido de entrar devido às restrições sanitárias impostas pela Covid-19.Bendita restrição que conseguiu libertar mais uma.

Ericka Filippelli visitou o posto avançado do IML e teve ciência dos números de ocorrências registradas, inquéritos policiais instaurados e prisões realizadas. Ela ressaltou a futura inauguração da Casa da Mulher Brasileira em Ceilândia e afirmou que conta com a Polícia Civil para o desenvolvimento dos trabalhos e ações que serão oferecidos no local.

O atendimento humanizado de mulheres vítimas de violência doméstica e familiar, e em situação de vulnerabilidade e risco, foram temas abordados pela delegada-chefe, Adriana Romana, durante o encontro. “É muito importante trabalhar a independência financeira da mulher frente ao agressor. Essa situação mantém a vítima no ciclo da violência e impede a mudança de atitude diante da violência”, asseverou a delegada.

*Com informações da PCDF

zuleika

Quem é Zuleika Lopes

1

━ Relacionadas

Plano de Arborização é lançado no Guará pelo governador Ibaneis Rocha

Lançado na manhã deste sábado (24) pelo governador Ibaneis Rocha, plano ambiental teve início pelas quadras QEs 48 a 52 do Guará II O Governo...

Veículo roubado no Guará I foi recuperado pela PMDF na Estrutural

Os bandidos não tiveram tempo de desfrutar do produto do roubo que realizaram no Guará, na última sexta-feira, 23/02. A operação conjunta entre...

Novo pavilhão de salas de aula no Guará em fase de conclusão das obras

Fui ver, de perto, as novas instalações que estão sendo construídas dentro da Escola Classe 08, localizada na entrequadra 28/30, com início das aulas...

Programa Fábrica Social tem inscrições abertas até 13 de março

Podem participar jovens a partir de 16 anos que comprovem algumas condições, como renda familiar per capita de até R$ 200 Por meio da Secretaria...

Fluminense: derrota merecida

Por Raimundo Ribeiro O Fluminense subiu o morro para enfrentar a LDU, no primeiro jogo valendo o título da recopa sul americana.Ainda se adaptando a...

1 COMENTÁRIO

  1. Concordo plenamente com a opinião da delegada.
    Vivi e cresci em um lar abusivo.
    E meu pai ( diga-se de passagem: opressor) nos dizia assim: minha filha estude e trabalhe para não depender de filho da P… nenhum. Já basta a sua mãe!
    Então, bem cedo entendi que teria que ter o meu sustento para ter Voz.
    Sim para a independência financeira das mulheres.👊🏼🌟🌻

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

error: Conteúdo protegido