20.5 C
Brasília

Policiais do 4º BPM agem em favor de vítima da Maria da Penha na QE38 do Guará II

Data:

Compartilhe:

Policiais em patrulhamento foram informados, via 190, para atender uma ocorrência de Maria da Penha na QE 38 Guará II. Chegando no local avistaram a solicitante gritando no portão da residência, a mesma estava trancada e sem a chave do portão.

A vítima informou que seu marido tinha batido nela com um facão. Nesse momento o autor das agressões correu e subiu no telhado do imóvel e disse se alguém entrasse na residência ele iria se matar.

A equipe de policiais militares conseguiu convencer o mesmo para descer do telhado e conversar. Foi dada voz de prisão ao agressor. Marido e mulher, foram deslocados para 1ª DP, onde foram tomadas as providências cabíveis. Mais uma Maria da Penha nele!

*Com informações do 4º BPM

publicidade
zuleika

Quem é Zuleika Lopes

1

━ Relacionadas

GDF atualiza cálculo e barateia cobrança do preço público em ocupação de puxadinhos

Novo cálculo para todo o DF é o mesmo para o Plano Piloto e torna mais barato o valor a ser pago O GDF atualizou...

Ceilândia celebra o forró Pé de Serra na Casa do Cantador

A cultura nordestina atrai forrozeiros de todas as idades com uma experiência imersiva no ritmo, patrimônio cultural do Brasil Neste sábado, 13 de julho, o...

Carreta da Inclusão sai do Guará direto para o Recanto das Emas para atender pessoas com deficiência

Guará foi escolhido como ponto de partida do projeto, cujo objetivo é facilitar o acesso dessa população a políticas públicas do GDF Pessoas com deficiência...

Projeto de Lei quer “blindar” educação básica pública contra privatização

Texto também alerta sobre os riscos do aprofundamento das desigualdades de ensino e da ameaça à transparência no uso dos recursos públicos na educação O...

Policial penal da Papuda vai preso por integrar célula criminosa dentro da prisão

A Polícia Civil do Distrito Federal, por meio da Delegacia de Repressão ao CrimeOrganizado (DRACO), vinculada ao Departamento de Combate à Corrupção e ao...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

error: Conteúdo protegido