28.1 C
Brasília

Mulheres atiradoras em busca de proteção pessoal

Data:

Compartilhe:

De caça a caçadora, assim as mulheres do Distrito Federal querem transformar suas histórias diárias de violência doméstica, que na grande maioria acabam em mortes violentas, deixando órfãos, seus filhos tão amados. Elas querem proteção, e como o estado não tem como garantir proteção individual a toda mulher perseguida por companheiros, maridos, namorados ou amantes, optaram por procurar cursos de defesa pessoal, como os de tiro ao alvo.

A atiradora desportiva Michele, incentiva às mulheres a fazerem defesa pessoal e curso de tiro ao alvo

Para provar que não estão para brincadeiras e levam a sério a prática do tiro, a mulherada irá se reunir no próximo dia 28/11/ no 1º Encontro das Atiradoras de Brasília, que será realizado no Clube de Tiro TJ Thirus, a partir das 9 horas. No encontro, que terá a abertura feita pela delegada Jane klébia, ex titular da cidade do Paranoá, que se destacou na intensa batalha contra os abusadores e perseguidores de mulheres daquela região, acontecerá palestra contra o Feminicídio, oficinas de armas de tiro com diversos calibres, palestra de auto estima, maquiadoras da Mary Kay e muitas outras atrações visando dar um renovo na vida das atiradoras, quiça, de elite. O preço da inscrição antecipada é de R$ 140 e as informações podem ser obtidas no telefone/zap:61-982357050, ou no instagram @guns-Black 1.

Para ser uma sniper, a mulher precisa de 5 anos de prática em vários cursos. Segundo a caçadora, atiradora e colecionadora Michele Victor dos Santos, a procura por aulas de tiro mais que dobrou no Distrito Federal. “Temos turmas de 20 mulheres e mais de 100 estão na lista de espera. Acabou esta história de apanhar e ter medo. O curso é completo, a mulher aprende a atirar e a lutar, com técnicas de defesa pessoal, valiosíssimas. #Nãoénão, afirma a instrutora.

No mês de fevereiro de 2021 ela ministrará o curso de Introdução ao Tiro e Operador de Pistola Básico. Para obter o Certificado de Registro, que é um documento obtido junto ao Exército Brasileiro que dá direito a qualquer cidadão em exercer atividades de caça, tiro esportivo e coleção de armas é necessário entrar com documentação junto ao órgão, fazer uma prova, teste de aptidão com psicólogo e teste de tiro. O CR é emitido nas categorias Caçador, Atiradora/ou colecionador e ser filiado a um Clube de tiro, como o de Valparaíso, Goiás.

De pai para filha

Andreza tem paixão por armas de fogo desde criança. Disparou seu primeiro tiro aos 7 anos

Andreza Leles Santana, 39 anos, já tirou seu CR e pratica tiro desportivo há 1 ano. “Meu primeiro tiro com arma de fogo eu disparei quando tinha 7 anos. Meu pai praticava e sempre teve armas de fogo em casa. Uma paixão herdada de pai para filha. Meu pai faleceu e agora, já na maturidade queria realizar efetivamente aquela paixão, e não sabia nem por onde começar a prática por tiro esportivo. Foi aí que conheci a Michele da Guns Black, através da Redes Sociais. Fiz meu primeiro curso somente para mulheres e aquela paixão de criança despertou novamente. De lá para cá não parei mais”, diz entusiasmada a atiradora.

Para quem se interessou, a hora é agora. Afinal, você nunca sabe quando vai precisar se defender de uma agressão.

zuleika

Quem é Zuleika Lopes

1

━ Relacionadas

Plano de Arborização é lançado no Guará pelo governador Ibaneis Rocha

Lançado na manhã deste sábado (24) pelo governador Ibaneis Rocha, plano ambiental teve início pelas quadras QEs 48 a 52 do Guará II O Governo...

Veículo roubado no Guará I foi recuperado pela PMDF na Estrutural

Os bandidos não tiveram tempo de desfrutar do produto do roubo que realizaram no Guará, na última sexta-feira, 23/02. A operação conjunta entre...

Novo pavilhão de salas de aula no Guará em fase de conclusão das obras

Fui ver, de perto, as novas instalações que estão sendo construídas dentro da Escola Classe 08, localizada na entrequadra 28/30, com início das aulas...

Programa Fábrica Social tem inscrições abertas até 13 de março

Podem participar jovens a partir de 16 anos que comprovem algumas condições, como renda familiar per capita de até R$ 200 Por meio da Secretaria...

Fluminense: derrota merecida

Por Raimundo Ribeiro O Fluminense subiu o morro para enfrentar a LDU, no primeiro jogo valendo o título da recopa sul americana.Ainda se adaptando a...

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

error: Conteúdo protegido