O papel que a árvore desempenha no meio urbano

0
956

Por Simone Vaz

O Distrito Federal nesta última semana foi atingido por uma forte ventania de mais de 70 km por hora, conclusão deste vendaval foi a queda de várias árvores que acarretaram em grandes prejuízos, quebrando paradas arrancando placas, destruindo bens móveis, e parece que sem vítimas, árvores enormes de raízes superficiais que arrancam calçadas e muros. Outro aspecto de extrema importância é o planejamento da arborização.
Para Trichez(2008) apud Pagliari (2013) planejar a arborização de ruas é escolher a árvore certa para o lugar certo sem se perder nos objetivos do planejador e nem atropelar as funções ou o papel que a árvore desempenha no meio urbano. É fazer o uso de critérios técnico-científicos para o estabelecimento da arborização nos estágios de curto, médio e longo prazo.
No entanto, em muitas cidades brasileiras este planejamento não vem acontecendo de forma adequada, pois muitos projetos se baseiam em métodos puramente empíricos, desprovidos de um conhecimento real do assunto, o que esta acarretando um grande número de problemas nas redes de distribuição de energia elétrica, telefônica, calçadas, sistemas de abastecimento de água e esgoto, além de problemas relacionados à saúde pública, causando muitas despesas para o poder público como serviços de manutenção, substituição e remoção.
Estudo cuidadoso da utilização adequada das espécies e das condições
ambientais e físicas de um local torna possível evitar problemas futuros da arborização nas cidades.

No Guará, a natureza e a urbanização estão em constante luta por ocupação de seus espaços


A arborização possui extrema importância nos centros urbanos, sendo responsável por inúmeros benefícios ambientais e sociais que auxiliam na qualidade de vida nas cidades e também na saúde física e mental da população. “As árvores, os arbustos e outras plantas menores e no seu conjunto constituem elementos da estrutura urbana. Caracterizam os espaços da cidade por suas formas, cores e modo de agrupamento; são elementos de
composição e de desenho urbano ao contribuir para organizar, definir e até delimitar esses espaços”. (MASCARÓ, 2005, p.13 apud CABRAL, 2013, p. 3.s.
Dessa forma, o texto prende-se a detectar e destacar os benefícios que são
proporcionados pela arborização urbana, bem como a importância do planejamento para a implantação correta das espécies arbóreas.
Entretanto, é importante que podas preventivas, como a de formação e a de adequação, sejam realizadas, para evitar o crescimento desordenado das árvores.
Conforme a lei, os Estados devem disponibilizar, para isso, serviços públicos gratuitos.
Basta que se faça uma ligação solicitando a realização da poda. Em casos extremos, o Corpo de Bombeiros pode ser acionado.

Simone Vaz é do Tempo de Plantar RA Guará.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui