20.5 C
Brasília

Substituição de sacolas plásticas poderá ser feita até julho de 2022

Data:

Compartilhe:

A substituição do uso de sacolas plásticas por produtos feitos com material biodegradável poderá ser feita agora até 31 de julho de 2022. A mudança na legislação (Lei 6.322/2019), que previa a substituição, faz parte do projeto de lei nº 1.251/2020, do deputado Leandro Grass (Rede), aprovado pelos deputados distritais, na última quarta-feira (14), durante sessão extraordinária remota. O projeto foi aprovado em primeiro turno, com 13 votos favoráveis, e ainda precisa passar por uma segunda votação.

Além de ampliar o prazo para substituição, a proposta também deixa mais claro o que será proibido: “Fica proibida a distribuição gratuita ou venda de sacolas plásticas descartáveis, confeccionadas à base de polietileno, propileno, polipropileno ou matérias primas equivalentes, para o acondicionamento e transporte de mercadorias adquiridas em estabelecimentos comerciais do Distrito Federal”.

Alguns supermercados já estão se adiantando à nova legislação, que deveria entrar em vigor em 2020, como o Melhor Atacadista, em suas redes de lojas no DF : Guará, Samambaia, Areal e Riacho Fundo II e em Goiás : Formosa e Águas Lindas já utilizam as sacolas biodegradáveis, que precisam ser adquiridas pelo consumidor. “Nos adiantamos à vigência da lei desde o ano passado”, explicou Adauto Mesquita, presidente da rede Melhor Atacadista.

Em outra mudança, a legislação determina que os “estabelecimentos comerciais devem estimular o uso de sacolas reutilizáveis, assim consideradas aquelas que sejam confeccionadas com material resistente e que suportem o acondicionamento e transporte de produtos e mercadorias em geral”. 

Na justificativa da iniciativa, Leandro Grass alega que o cenário de pandemia trouxe dificuldade para a implementação da legislação. “Para além disso, a aprovação do presente projeto permitirá que o Poder Executivo participe de todo o processo, regulamentando o disposto na norma, o que ainda não aconteceu, sobretudo quanto ao seu descumprimento, haja vista que é a Administração quem detém o poder de polícia, apto a permitir a aplicação de penalidades em caso de descumprimento das normas ali constantes”, completa o autor da iniciativa.

Luís Cláudio Alves – Agência CLDF

publicidade
zuleika

Quem é Zuleika Lopes

1

━ Relacionadas

Caesb abre processo seletivo para estágio remunerado

Estudantes de nível médio, técnico e superior poderão se inscrever entre os dias 28 de maio e 12 de junho A Companhia de Saneamento Ambiental...

Mamulengo Fuzuê inicia projeto de Teatro Popular de Bonecos em Ceilândia, Sol Nascente/ Pôr do Sol

O projeto VIVA O MAMULENGO! se estende durante todo o ano de 2024. Serão realizadas ações para fortalecer a salvaguarda da tradição, a formação...

Capital receberá o primeiro Festival da Cachaça de Brasília

Evento será realizado de 22 a 26 de maio, no completo do Mané Mercado. Além da degustação de bebidas, festival reunirá grandes nomes da...

Festa Origem traz o melhor eletronic music para a Capital

A festa Origem está chegando! No dia 29 de junho, um dos maiores eventos de eletronic music da capital ocupará as montanhas do Paraíso Achado. Se prepare...

UNICEPLAC lança curso de Ciência de Dados e Marketing Digital

Com duração de 2 anos, graduação está entre as profissões do futuro que devem dominar o mercado já em 2024, segundo estudo do Fórum...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui

error: Conteúdo protegido