Curso de Direito poderá ter empreendedorismo jurídico

0
1693

A Comissão de Empreendedorismo Jurídico da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/DF) iniciou uma série de visitas às instituições de ensino superior para recomendar a inclusão da disciplina Empreendedorismo Jurídico na grade dos alunos de graduação e pós-graduação dos cursos de Direito.

Para o presidente da Comissão, Felipe Bayma, a ação visa contribuir para uma formação de estudantes cada vez mais preparados para o mercado de trabalho. “É importante que o estudante de Direito tenha contato com ferramentas que tragam noções de gestão de escritório, competitividade e inovação para que se torne um profissional diferenciado e seja alocado de forma mais adequada no mercado”, pontua.

Na foto o presidente Bayma, Gilbert Di Angellis e Raul Nero foram recebidos por Marcelo Proença, Coordenador da Graduação em Direito do Instituto Brasileiro de Direito Público (IDP), na reunião que marca o início dos contatos com as faculdades de Direito do Distrito Federal.

A estudante Ana Catarina Franco está no 5º semestre do curso de Direito na Faculdade Fortium, e se declara favorável, não só para o Direito como para outros cursos superiores. “Acredito que o curso de Direito deve preparar o aluno de forma integral para o exercício da profissão de advogado. O curso de empreendedorismo colabora na capacitação e ajuda os discentes a se tornarem realizadores de ideias. No mundo globalizado que vivemos, não basta que o curso ofereça apenas as matérias obrigatórias, é necessário instigar o aluno. O empreendedorismo jurídico é a voz da faculdade dizendo: eu acredito em você e você consegue!”

Ana Catarina: se você quer, você consegue

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui