Setembro é a nova data para aulas presenciais da rede pública do DF

0
2062

A mobilização de toda a sociedade, pais, professores, sindicatos e deputados, garantiu mais um mês para o reinício efetivo das aulas presenciais na Rede Pública de Educação no Distrito Federal, determinado por decreto governamental para início dia 3/08.

Os primeiros estudantes a retornarem serão os da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e da Educação Profissional, em 31 de agosto.

Em 8 de setembro, será a vez do Ensino Médio.

No dia 14 de setembro, retornam os estudantes dos anos finais do Ensino Fundamental, incluindo a Escola do Parque da Cidade – PROEM. Em 21 de setembro, voltam os anos iniciais, incluindo a Escola Meninos e Meninas do Parque.

Alunos do CEF Polivalente, localizado na Asa Sul, em dia de gincana escolar, com o diretor Kleber Villa Lobos

Os centros interescolares de línguas e as escolas parque serão os únicos a continuar com atividades exclusivamente remotas.

Distanciamento

A organização do trabalho pedagógico será por meio de um modelo híbrido, que garanta o distanciamento físico necessário no contexto da pandemia. Metade dos estudantes de cada turma irá à escola presencialmente em um semana, enquanto os demais farão atividades virtuais ou impressas (no caso daqueles que não tiverem acesso). Na semana seguinte, cada grupo é invertido. A alternância irá até o fim do ano letivo, em janeiro.

Não será permitido que os estudantes permaneçam nas escolas por mais de um turno. Eles também serão sensibilizados quanto aos novos hábitos, como o uso de máscaras, lavar as mãos com frequência, evitar contato físico e não compartilhar objetos, entre outros.

De 17 a 28 de agosto, ocorrerá a ambientação presencial dos profissionais das carreiras magistério e assistência, com formação para os protocolos de segurança nas unidades escolares, de acordo com as orientações das autoridades de saúde pública. Aquelas pessoas que pertencem ao grupo de risco não voltarão. Profissionais que apresentarem sintomas da covid-19 também não deverão atuar de forma presencial.

Os profissionais da carreira  magistério que, em razão do planejamento de retorno, não derem início às atividades presenciais no dia previsto para sua etapa/modalidade, seguirão atendendo os estudantes pela plataforma Google Sala de Aula e por meio de material impresso, nas situações em que seja necessário. Esse atendimento deverá ser realizado preferencialmente mediante a atuação desses profissionais no ambiente escolar.

Educação Infantil

Para a Educação Infantil, a retomada está marcada para 28 de setembro, enquanto para os centros de ensino especial, a Educação Precoce e as classes especiais, as atividades presenciais retornam em 5 de outubro.

“Tudo foi planejado detalhadamente e tomando todos os cuidados necessários. Nós testaremos os professores, cumpriremos todos os protocolos, e teremos um retorno do processo educacional, mas de forma segura e absolutamente planejada”, garante o secretário de Educação, Leandro Cruz.

O secretário destaca que serão adotadas medidas sanitárias, “obrigatórias para as escolas, como a desinfecção, a higienização, os protocolos de distanciamento e os de lavar as mãos ao entrar nas escolas, de ter tapete de desinfecção, entre outras ações”.

Testagem

A retomada começa com a testagem para a covid-19 dos profissionais da educação, de 3 a 14 de agosto, em parceria com a Secretaria de Saúde do Distrito Federal.

*Com informações da Secretaria de Educação do Distrito Federal

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor digite seu nome aqui